Posts

CTBE integra comitê organizador de um dos principais eventos mundiais de biotecnologia

Diretor científico do CTBE/CNPEM, Mario Murakami é único cientista da América Latina a integrar organização do SBFC

Erik Nardini Medina

O congresso Symposium on Biotechnology for Fuels and Chemicals (SBFC), um dos principais fóruns de discussão sobre combustíveis avançados, aconteceu nos Estados Unidos entre os dias 29 de abril e 2 de maio de 2018, em Clearwater Beach (Flórida). O evento reuniu cerca de 300 participantes entre pesquisadores, doutorandos e tomadores de decisão da indústria de combustíveis de diversos países.

O Laboratório Nacional de Ciência Tecnologia do Bioetanol (CTBE), que integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), teve participação relevante nesta edição: o diretor científico e pesquisador Mario Murakami foi convidado a unir-se ao comitê organizador do SBFC.

“O CTBE/CNPEM é o único centro de pesquisa da América Latina a ter um representante na comissão organizadora”, conta Murakami, que começou a participar do SBFC em 2013, sempre com apresentações orais de trabalhos. O diretor científico do CTBE permanece como membro do comitê organizador pelos próximos três anos.

O fórum abordou o futuro dos combustíveis avançados do tipo low carbon (combustíveis com baixa emissão de gases de efeito estufa), como o Etanol 2G. Foram levantadas questões gerais, desafios e gargalos tecnológicos existentes, compreendendo desde a escala laboratorial, passando pela engenharia e chegando à microbiologia e aos processos fermentativos.

Além de Murakami, que também apresentou trabalho no congresso outros colaboradores do CTBE/CNPEM foram a Clearwater Beach com contribuições fundamentais para a indústria de combustíveis avançados: Bruno Klein (palestra sobre bioeconomia); Letícia Murakami (apresentação de pôster) e a então pesquisadora do CTBE, Sarita Rabelo (apresentação de pôster).

“Fomos procurados para discutir parcerias importantes durante o congresso”, explica Murakami. “Representantes da Universidade da Califórnia (campus Davis), da Universidade de Houston (Texas), do NREL (Laboratório Nacional de Energia Renovável dos EUA), da Universidade de Toronto (Canadá) e o pesquisador Dr. Peter Biely (Academia de Ciências da Eslováquia), um dos grandes nomes da pesquisa com biomassa, se interessaram pelos nossos trabalhos e no estabelecimento de novas cooperações científicas”, conta. “Isso é sinal de que estamos no caminho certo e dedicados à solução de problemas científicos de alta complexidade”, conclui o diretor científico do CTBE.