Pesquisador

Produção de Bioetanol

Roberto Ruller


Print this pageEmail this to someoneShare on Google+Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

roberto.ruller@bioetanol.org.br
Telefone: +55 (19) 3518-3169
Sala: 245 A

Currículo Lattes | LinkedIn

Biografia

Desenvolve pesquisa no CTBE desde setembro de 2009, trabalhando no estudo, desenvolvimento e aplicações biotecnológicas para a viabilidade de microrganismos e enzimas em contexto industrial. No desenvolvimento de enzimas usa técnicas de Microbiologia, Biologia Molecular, Bioquímica e Biofísica de Engenharia de Proteínas. Possui experiência no uso de: evolução dirigida de enzimas, SMD (mutagênese sítio dirigida), Chimeragenesis (montagem de enzimas multifuncionais) e produção de enzimas recombinantes. No trabalho com microrganismos, usa técnicas de bioprospecção para estudos de microrganismos e enzimas a partir de ambientes extremófilos e protocolos de evolução adaptativa para o melhoramento de microrganismos (bactérias e leveduras) para a fermentação dos açúcares (xilose e glicose) provenientes de biomassas vegetais pré-tratadas.

Formação Acadêmica

2007 – 2009

MBA – Aperfeiçoamento em Administração e Organização de Empresas.
Universidade de São Paulo (USP) – Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace) – Ribeirão Preto-SP, Brasil.


2008 – 2009

Pós-doutorado em Bioquímica de Proteínas.
Universidade de São Paulo (USP) – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) – Ribeirão Preto-SP, Brasil.


2001 – 2006

Doutorado em Biologia Celular e Molecular.
Universidade de São Paulo (USP) – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) – Ribeirão Preto-SP, Brasil.


1999 – 2001

Mestrado em Bioquímica.
Universidade de São Paulo (USP) – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) – Ribeirão Preto-SP, Brasil.


1995 – 1999

Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Estadual Paulista (Unesp) – São Paulo-SP, Brasil.

Áreas de Pesquisa
  1. Bioprospecção e Estudos Bioquímicos de enzimas extremofílicas (Extremozimas)
    Prospecção de enzimas de microrganimos de ambientes extremofílicos para estudo e aplicações biotecnológicas;
  2. Desenvolvimento de enzimas e coquetéis enzimáticos customizadas (personalizados)
    Aplicação de Evolução Dirigida e Quimeragênese de proteínas no desenvolvimento coquetéis enzimáticos;
  3. Engenharia Adaptativa de microrganismos para aplicações biotecnológicas na produção de Biocombustíveis e Bioprodutos de valor agregado (química verde).
Publicações Selecionadas e Patentes

Publicações Selecionadas

  • Hoffmam ZB, Zanphorlin LM, Cota J, Diogo JA, Almeida GB, Damásio AR, Squina F, Murakami MT, Ruller R. Xylan-specific carbohydrate-binding module belonging to family 6 enhances the catalytic performance of a GH11 endo-xylanase. N.Biotechnol. 2016 Feb 23. pii: S1871-6784(16)00019-4.
  • de Lima EA, Machado CB, Zanphorlin LM, Ward RJ, Sato HH, Ruller R. GH53 Endo-Beta-1,4-Galactanase from a Newly Isolated Bacillus licheniformis CBMAI 1609 as an Enzymatic Cocktail Supplement for Biomass Saccharification. Appl Biochem Biotechnol. 2016 Feb 15.
  • Crespim E, Zanphorlin LM, de Souza FH, Diogo JA, Gazolla AC, Machado CB, Figueiredo F, Sousa AS, Nóbrega F, Pellizari VH, Murakami MT, Ruller R. A novel cold-adapted and glucose-tolerant GH1 β-glucosidase from Exiguobacterium antarcticum B7. Int J Biol Macromol. 2016 Jan;82:375-80.
  • Diogo JA, Zanphorlin LM, Sato HH, Murakami MT, Ruller R. Molecular cloning, overexpression, purification and crystallographic analysis of a GH43 β-xylosidase from Bacillus licheniformis. Acta Crystallogr F Struct Biol Commun. 2015 Aug;71(Pt 8):962-
  • Diogo JA, Hoffmam ZB, Zanphorlin LM, Cota J, Machado CB, Wolf LD, Squina F, Damásio AR, Murakami MT, Ruller R. Development of a chimeric hemicellulase to enhance the xylose production and thermotolerance. Enzyme Microb Technol. 2015 Feb;69:31-7.
  • Santos CR, Hoffmam ZB, de Matos Martins VP, Zanphorlin LM, de Paula Assis LH, Honorato RV, Lopes de Oliveira PS, Ruller R, Murakami MT. Molecular mechanisms associated with xylan degradation by Xanthomonas plant pathogens. J Biol Chem. 2014 Nov 14;289(46):32186-200.
  • Ruller R, Alponti J, Deliberto LA, Zanphorlin LM, Machado CB, Ward RJ. Concommitant adaptation of a GH11 xylanase by directed evolution to create an alkali-tolerant/thermophilic enzyme. Protein Eng Des Sel. 2014 Aug;27(8):255-62.
  • Ruller R, Deliberto L, Ferreira TL, Ward RJ. Thermostable variants of the recombinant xylanase A from Bacillus subtilis produced by directed evolution show reduced heat capacity changes. Proteins. 2008 Mar;70(4):1280-93. PubMed PMID: 17876824.
  • Goldbeck R, Damásio AR, Gonçalves TA, Machado CB, Paixão DA, Wolf LD, Mandelli F, Rocha GJ, Ruller R, Squina FM. Development of hemicellulolytic enzyme mixtures for plant biomass deconstruction on target biotechnological applications. Appl. Microbiol Biotechnol. 2014 Oct;98(20):8513-25.
  • Delabona Pda S, Cota J, Hoffmam ZB, Paixão DA, Farinas CS, Cairo JP, Lima DJ,  Squina FM, Ruller R, Pradella JG. Understanding the cellulolytic system of Trichoderma harzianum P49P11 and enhancing saccharification of pretreated sugarcane bagasse by supplementation with pectinase and α-L-arabinofuranosidase.  Bioresour Technol. 2013 Mar;131:500-7.

Patentes

  • PRADELLA, J. G. ; PRADELLA, J. G. C. ; RULLER, R. ; DELABONA, P. ; SQUINA F. M. ; DILLON, A. ; PIMENTA, M. T. B. ; Ruller, Roberto . PROCESSO DE PRODUÇÃO DE ENZIMAS COM FUNGO FILAMENTOSO PENICILLIUM ECHINULATUN PARA USO NA HIDRÓLISE ENZIMÁTICA DE BIOMASSA LIGNOCELULOSICA. 2012, Brasil. Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020120268728, data de depósito: 19/10/2012, título: “PROCESSO DE PRODUÇÃO DE ENZIMAS COM FUNGO FILAMENTOSO PENICILLIUM ECHINULATUN PARA USO NA HIDRÓLISE ENZIMÁTICA DE BIOMASSA LIGNOCELULOSICA” , Instituição de registro:INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial.
  • Ruller, Roberto ; RULLER, R. ; DIOGO, JOSÉ A. ; Hoffmam, Zaira ; Cota, Junio ; Squina, Fabio Marcio ; PRADELLA, J. G. C. . ENZIMA BIFUNCIONAL UTILIZADA NA DEGRADAÇÃO DE BIOMASSA NA PRODUÇÃO DE XILOSE EM UMA ÚNICA OPERAÇÃO. 2013, Brasil. Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020130180513, data de depósito: 15/07/2013, título: “ENZIMA BIFUNCIONAL UTILIZADA NA DEGRADAÇÃO DE BIOMASSA NA PRODUÇÃO DE XILOSE EM UMA ÚNICA OPERAÇÃO” , Instituição de registro:INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial.
  • PRADELLA, J. G. C. ; PRADELLA, J. G. C. ; Ienczak J.L. ; RABELO, S. ; RULLER, R. . PROCESSO DE PRODUÇÃO DE SUPORTE INERTE A PARTIR DE MATERIAL LIGNOCELULÓSICO, IMOBILIZAÇÃO DE MICRO-ORGANISMOS EM DITO SUPORTE EM UM BIORREATOR DE LEITO EMPACOTADO E SEUS USOS. 2013, Brasil. Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR102013019252, data de depósito: 29/07/2013, título: “PROCESSO DE PRODUÇÃO DE SUPORTE INERTE A PARTIR DE MATERIAL LIGNOCELULÓSICO, IMOBILIZAÇÃO DE MICRO-ORGANISMOS EM DITO SUPORTE EM UM BIORREATOR DE LEITO EMPACOTADO E SEUS USOS”, Instituição de registro:INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial.
  • RULLER, R. ; RULLER, R. ; HOFFMAM, ZAIRA B. ; Lima E A ; Sato H H . Composição de meio de cultura, processo de obtenção de um coquetel enzimático para hidrólise de polissacarídeos e seus usos. 2013, Brasil. Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020130280682, data de depósito: 31/10/2013, título: “Composição de meio de cultura, processo de obtenção de um coquetel enzimático para hidrólise de polissacarídeos e seus usos”, Instituição de registro:INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial.
  • PRADELLA, J.G.C. ; PRADELLA, J.G.C. ; DELABONA, PRISCILA DA SILVA ; Hoffmam, Zaira ; SQUINA F. M. ; CAIRO, JOÃO PAULO LOURENÇO FRANCO ; RULLER, R. . COQUETEL ENZIMÁTICO DE Trichoderma harzianum SUPLEMENTADO COM ENZIMAS AUXILIARES, PROCESSO DE OBTENÇÃO E SEUS USOS. 2013, Brasil. Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020130299472, data de depósito: 21/11/2013, título: “COQUETEL ENZIMÁTICO DE Trichoderma harzianum SUPLEMENTADO COM ENZIMAS AUXILIARES, PROCESSO DE OBTENÇÃO E SEUS USOS”, Instituição de registro:INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial.