Especialista em Processos

Produção de Bioetanol

Daniel Kolling


Print this pageEmail this to someoneShare on Google+Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

daniel.kolling@bioetanol.org.br
Telefone: +55 (19) 3518-3142
Sala: 333 Planta Piloto

Currículo Lattes | LinkedIn

Biografia

Trabalhou no Laboratório de Fermentação do Instituto Butantan (São Paulo-SP) como estagiário (2008-2009) em projeto de melhoramento e ampliação de escala de uma vacina celular de Streptococcus pneumoniae, atuando especificamente com melhoramento do meio de cultura, diferentes estratégias de processos fermentativos e avaliação de critérios de escalonamento de bioprocessos.

Em abril de 2009 juntou-se ao CTBE como Engenheiro de Processos, atuando na implantação dos Laboratórios de Bioprocessos e da Planta Piloto do CTBE, especialmente na especificação, aquisição e projeto de instalação de equipamentos multipropósitos a serem usados principalmente em projetos de pesquisa e desenvolvimento de etanol de segunda geração.

Está atuando desde 2010 em projetos de pesquisa aplicada em produção de enzimas celulolíticas, hidrólise enzimática e outros bioprocessos.

Participa de projeto de desenvolvimento de tecnologia em colaboração com empresas multinacionais e financiamento do BNDES, focado no desenvolvimento de tecnologia de etanol de segunda geração, tanto em escala de laboratório quanto em escala piloto (2012-atual).

Também participa em projetos de pesquisa financiados pela Fapesp e CNPq para produção e uso de enzimas celulolíticas produzidas por fungos filamentosos.

Formação Acadêmica

2004 – 2008

Graduação em Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia.
Universidade Federal do Paraná (Unespar) – Curitiba-PR, Brasil.

Áreas de Pesquisa
  1. Melhoramento de Bioprocessos
    Melhoramento de condições de processo (meio de cultura, parâmetros de controle de processo, tipos de impelidores e intensidade de agitação) voltados para a produção de enzimas celulolíticas por fungos filamentosos;
  2. Hidrólise enzimática
    Estudos de hidrólise enzimática de biomassas lignocelulósicas. Utilização de diferentes coquetéis enzimáticos, tipos de agitação e aditivos;
  3. Ampliação de escala em bioprocessos
    Avaliação de critérios de escalonamento para bioprocessos, especialmente de produção de enzimas celulolíticas por fungos filamentosos e hidrólise enzimática.
Publicações Selecionadas e Patentes

Publicações Selecionadas

  • José Geraldo da Cruz Pradella, Patricia dos Santos Costa, Priscila da Silva Delabona, Diogo Robl, Deise Juliana da Silva Lima and Daniel Kolling (2015). Modulation of Penicillium echinulatum glycoside hydrolases. Symposium on Biotechnology for Fuels and Chemicals, San Diego, CA.
  • José Geraldo da Cruz Pradella, Chanel Moacyr de Carli, Sarita C. Rabelo and Daniel Kolling (2015). Debottlenecking high-solids concentration enzymatic hydrolysis: ball-milling tumbling reactor and use of surfactants. Symposium on Biotechnology for Fuels and Chemicals, San Diego, CA.
  • Carolina Brás Costa, Priscila da Silva Delabona, Gisele Nunes Rodrigues, Daniel Kolling, Patricia dos Santos Costa, Deise Juliana da Silva Lima, Marcia da Silva Souza, Marcela Oliveira Lee, Alberdan Silva Santos and José Geraldo da Cruz Pradella (2015). Accessory enzymes produced by a newly isolated Lasiodiplodia theobromae from Amazon forest with potential for use in biomass degradation. Symposium on Biotechnology for Fuels and Chemicals, San Diego, CA.
  • MARTINS, L. F. ; KOLLING, D. ; CAMASSOLA, M. ; DILON, A. J. P. ; RAMOS, L. P (2008). Comparison between Penicillium echinulatum and Trichoderma reesei cellulases in relation to their activity against various cellulosic substrates. Bioresource Technology, v. 99, p. 1417-1424.
  • MARTINS, L. F.; KOLLING, D.; CAMASSOLA, M.; DILLON, A. J. P.; RAMOS, L. P. (2005). Perfil hidrolítico das celulases de Penicillium echinulatum. In: XV Simpósio Nacional de Bioprocessos, Recife – PE. Anais do XV Simpósio Nacional de Bioprocessos.