Notícias

CTBE leva processo de produção de etanol e de bioprodutos à SNCT em Brasília

Com equipamentos de laboratório e até Super Trunfo, CTBE irá demonstrar como as culturas agrícolas são transformadas em bioprodutos; SNCT começa dia 23
Print this pageEmail this to someoneShare on Google+Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

O Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE), que integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) leva ao stand do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), os processos que estão por trás da produção de biocombustíveis (etanol de 1ª e 2ª geração) e de bioprodutos, que por sua origem vegetal, contribuem para que itens de consumo cotidiano sejam mais sustentáveis, como sacolas plásticas, produtos de higiene pessoal e cosméticos.

Antes de desembarcarem nas prateleiras ou de chegarem às bombas de combustível, os bioprodutos e biocombustíveis são biomassa: cana-de-açúcar, cana-energia, milho, soja, macaúba e outras culturas agrícolas. Essas biomassas estarão presentes no stand e a Embrapa Agroenergia apresentará o processo de produção de biodiesel.

E você deve se perguntar: o que isso tem a ver com matemática? Tudo! A matemática é tão essencial para o trabalho do Laboratório que o CTBE conta com uma divisão chamada Inteligência de Processos, onde pesquisadores se dedicam a realizar cálculos que avaliam os impactos econômicos, sociais e ambientais de todos os elementos que compõem a Bioeconomia – termo utilizado para se referir à economia sustentável e que se tornou popular na última década. E a matemática vai além da Inteligência de Processos: está presente desde a pesquisa básica até a bioinformática, essenciais no dia a dia do fazer científico.

Super Trunfo customizado traz dados sobre combustíveis fósseis e vegetais

Uma forma fácil de entender melhor como os cálculos estão presentes no cotidiano é se aventurar no jogo baseado no clássico Super Trunfo e customizado pelo CTBE. Nesse game, composto por 20 cartas, o jogador consegue ter uma visão geral sobre os combustíveis, descobrindo, por exemplo, quais são responsáveis pelas maiores emissões e, por outro lado, como o processo de produção de biocombustíveis é capaz de capturar Gás Carbônico da atmosfera. O jogador deve usar matemática (que está por trás dos cálculos que sustentam o game) e raciocínio lógico para vencer o jogo.

Para saber mais como a matemática está presente no dia a dia da Bioeconomia basta visitar o stand do MCTIC entre 23 e 29 de outubro, no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade. Todas as atividades da SNCT são gratuitas e recomendadas para todas as idades. Outras informações podem ser obtidas no endereço http://snct.mctic.gov.br.