Notícias

Bolsista que desenvolve pesquisa no CTBE recebe premiação do CREA-SP

Conselho do estado de São Paulo reconhece, anualmente, alunos com excelente desempenho acadêmico; prêmio está na 21ª edição

O bolsista Renan Yuji Miyamoto, que desenvolve projeto de mestrado no Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia (CTBE), integrante do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) faz parte de um seleto grupo de alunos homenageados pelo Conselho Regional Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (CREA-SP) com o Prêmio de Formação Profissional. Ao todo, 299 recém-graduados em cursos da área tecnológica, de 96 instituições paulistas, foram homenageados pelo Conselho no final de junho por apresentarem excelente desempenho acadêmico. A cerimônia aconteceu no Palácio dos Bandeirantes.

Renan Yuji (centro) durante cerimônia do CREA-SP: reconhecimento por desempenho acadêmico (Foto: Divulgação)

Durante a graduação em Engenharia Bioquímica na Escola de Engenharia de Lorena, Renan realizou duas iniciações científicas na área de Biologia Molecular e Etanol de Segunda Geração ­– neste último, foi estagiário no CTBE e se dedicou a um projeto relacionado ao reaproveitamento da biomassa lignocelulósica. Atualmente, o bolsista desenvolve seu projeto de mestrado com foco na caracterização bioquímica e biofísica de novas xilose isomerases para o reaproveitamento do material lignocelulósico, sob supervisão da pesquisadora do CTBE, Dra. Leticia Zanphorlin.

“Uma coisa que aprendi é que tudo que você se dedica a fazer uma hora acaba sendo reconhecido. Saber que seu trabalho está sendo reconhecido é muito gratificante”, avalia Renan. “Esta é uma etapa importante porque estou começando uma carreira neste ramo. Ninguém chega a lugar nenhum sozinho”, completa o bolsista do CTBE.

Outras informações sobre a premiação, bem como a lista completa de homenageados, pode ser conferida no site do CREA-SP: http://www.creasp.org.br/noticia/institucional/2018/06/29/premio-crea-sp-atinge-maioridade-destacando-os-melhores-alunos-da-area-tecnologica/2900.