Notícias

Boletim de Monitoramento da Cana contemplará dados de Goiás

Em sua 26ª edição, Boletim de Monitoramento apresenta novidade

De cara nova, o Boletim de Monitoramento da Cana-de-Açúcar contará com dados do estado de Goiás a partir da edição deste mês, que traz o acompanhamento do balanço hídrico e do vigor vegetativo do mês de março de 2018.  A publicação mensal do CTBE, que até a 25ª edição cobria apenas o estado de São Paulo, ampliou a cobertura para um dos principais estados produtores de cana-de-açúcar da região centro-oeste do Brasil. Goiás vêm expandindo sua produtividade de cana-de-açúcar nos últimos anos, aumentando a necessidade de um material de apoio para o acompanhamento do desenvolvimento da cultura. No Boletim serão contempladas dez regiões do centro-sul de Goiás: Anápolis, Anicuns, Catalão, Ceres, Goiânia, Iporá, Meia Ponte, Quirinópolis, Sudoeste de Goiás e Vale do Rio dos Bois.

CONFIRA A EDIÇÃO DE ABRIL DO BOLETIM DE MONITORAMENTO

“A inclusão de Goiás no Boletim de Monitoramento do CTBE demonstra a possibilidade de replicarmos o monitoramento dos dados em outros estados que possuam uma produção canavieira significativa no País”, destacou a analista do CTBE Ana Cláudia dos Santos Luciano. Para a elaboração dessa edição inaugural do Boletim com os dados de Goiás, foi necessário o levantamento histórico de precipitação e do vigor vegetativo mensais desde de 2002, em função da disponibilidade dos dados. Os índices do vigor vegetativo da cultura ou NDVI, da sigla em inglês para Índice de Vegetação da Diferença Normalizada, que analisa a cobertura vegetal de determinada região, são coletados a partir de imagens de satélite provenientes da NASA. Já os dados de precipitação são provenientes de um modelo de simulações climáticas do Centro Europeu de Previsões Meteorológicas a Médio Prazo (da sigla em inglês, ECMWF).